Vai viajar pela primeira vez e tem medo de algo dar errado? Ou já viaja constantemente, mas sabe que imprevistos podem acontecer nas melhores famílias? O seguro viagem pode ser a solução para os seus problemas.

Mas, afinal, o que é seguro viagem? Trata-se de uma apólice de seguro, na qual o segurado conta com cobertura securitária por um período pré-determinado, correspondente à duração total da viagem. A lógica é a mesma dos seguros para automóvel, residência ou qualquer outro. Há diversos planos, com coberturas e valores diferentes entre si. Basta que o segurado encontre a que melhor lhe atende.

Mas talvez você não saiba exatamente quais são os benefícios, ou se vale realmente a pena a contratação. Neste caso, confira 5 motivos indiscutíveis que vão te convencer a contratá-lo na sua próxima viagem.

1 – Cobertura completa

Muita gente pensa que o seguro viagem oferece cobertura somente para morte ou invalidez, o que é um grande engano. Há no mercado opções cada vez mais completas para atender a demanda dos viajantes.

Além da cobertura de morte ou invalidez ocasionada por doença ou acidente durante a viagem, o segurado conta ainda com cobertura para despesas médicas/hospitalares, despesas farmacêuticas, regresso sanitário, cancelamento de voo, extravio de bagagem, entre outras. Afinal, imprevistos não avisam a hora de acontecer, e estar prevenido é a melhor maneira de evitar maiores transtornos.

2 – Assistência 24 horas

Poder contar com uma equipe preparada para auxiliá-lo em qualquer situação é reconfortante. Já imaginou viajar para um país distante, com uma língua diferente que você ainda não domina, e precisar de um atendimento médico? Qual o local mais próximo? Como informar o que eu estou sentindo? Quais os valores do atendimento?

Quem tem seguro viagem não precisa se preocupar com isso, já que contará com o amparo necessário, para orientá-lo sobre tudo o que for necessário, no seu idioma, 24 horas por dia.

3 – Facilidade de contratação

Contratar um seguro viagem está cada vez mais fácil. Basta acessar a internet, informar as datas de embarque e retorno, finalidade da viagem, local de destino e alguns outros dados adicionais para ter na hora o preço do seguro. É possível comparar todos os preços e coberturas disponíveis para, então, selecionar a melhor opção para o seu caso.

Feito isso, basta escolher a forma de pagamento e imprimir o certificado do seguro (apólice), condições gerais e manual de utilização. Tudo de forma prática, sem sequer sair de casa.

4 – Excelente custo-benefício

Com tantas coberturas, fica fácil imaginar um preço bastante alto para este tipo de seguro, o que é um erro. Contratar um seguro de viagem está cada vez mais barato e acessível. Além disso, quando comparado aos valores totais de uma viagem e aos possíveis custos com despesas, em caso pagar de forma particular, o investimento é ínfimo, valendo o custo-benefício.

5 – Válido em território nacional e internacional

Segundo a Assistente de Viagem (www.assistentedeviagem.com.br), não é só para viagens ao exterior que o seguro é válido, ele é essencial em todos os casos, incluindo o território brasileiro. Até porque imprevistos não escolhem lugar para acontecer. Aeroportos são locais sempre com grande fluxo de pessoas, e pode acontecer de você embarcar para São Paulo, e sua mala ir parar no Japão.

Para evitar dores de cabeça, vale a pena desembolsar uma pequena quantia a mais de dinheiro e contar com toda a tranquilidade que este tipo de seguro proporciona. Depois disso, basta fazer as malas e boa viagem!