O nosso bom e velho gás de cozinha em botijão, na verdade Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), é composto por gases à temperatura ambiente, mas que são facilmente transformados em líquidos sob pressão.

Na verdade, os botijões possuem pressão interna de 6 a 8 vezes a atmosférica para torná-los líquidos, o que exige alguns cuidados em seu uso para não haver riscos de explosão. 

O uso do gás de cozinha é muito difundido nas residências, na verdade, ainda é o mais usado nas residências do país, tanto por sua praticidade como pelo seu preço, já que chega até nos cantos mais remotos, não sendo preciso investir em obras.

Porém, além de ser muito utilizado nas residências, o gás de cozinha também é utilizado no comércio como combustível e como gás propelente em aerossol.

Mas, como dito, apesar de essencial em todas as residências, o gás de cozinha deve ser utilizado com toda a segurança, conforme as recomendações técnicas, garantindo não apenas refeições fresquinhas, mas também maior segurança durante seu uso.

Quer garantir a sua segurança e de sua família? Então, veja abaixo dez dicas para usar o gás de cozinha com total segurança:

Fique de olho na procedência

Na hora que adquirir seu gás de cozinha, é preciso saber sua procedência. Se certificar que o revendedor obedeça as especificidades desse segmento,  além de registros e permissões próprias desse tipo de negócio.

Assim, não caia em tentação, compre sempre e apenas de revendedores autorizados, e verifique sempre a presença do lacre e do rótulo de segurança no botijão do gás de cozinha.

Sempre teste o vazamento do botijão de gás de cozinha

Testar um possível vazamento é fundamental, pois ajuda a detectar precocemente qualquer vazamento, pode ser logo na instalação ou na troca do gás de cozinha.

O teste é bem simples, logo ao conectar o regulador de pressão, basta passar bastante espuma de sabão entre a conexão do regulador de pressão e a boca do botijão, se aparecerem bolhas, é porque existe vazamento. Nesse caso, o regulador deve ser desconectado e o procedimento repetido. Caso as bolhas persistam, solicite a imediata troca do seu botijão de gás de cozinha.

Botijão de gás de cozinha em local arejado

Nunca guarde ou mantenha seu botijão de gás de cozinha em locais fechados, sem ventilação, tais como armários ou estruturas fechadas. Porém, claro, é preciso proteger o gás de cozinha se tiver em um ambiente externo, para isso, vale investir em um abrigo próprio para botijões, com a porta bem arejada, com bastante espaço para o botijão, o registro e a mangueira. E, claro, procure manter o local sempre bem limpo.

Manter o Gás de cozinha sempre longe de produtos inflamáveis

Pode até parecer brincadeira, mas muita gente ainda não tem noção do estrago que pode resultar em manter o gás de cozinha próximo a produtos inflamáveis. Por isso, é sempre muito importante lembrar que gás de cozinha não combina, em nada, com produtos inflamáveis. Sendo assim, nunca posicione o gás de cozinha perto de armários ou prateleiras que guardem produtos inflamáveis (álcool, inseticidas,removedor, querosene, entre outros), pois, em caso de vazamento, eles podem entrar em contato com o gás de cozinha e causar explosões.

Só use o botijão de gás de cozinha na posição vertical

Jamais guarde ou deixe o botijão de gás de cozinha na horizontal. Acredite, algumas pessoas acham que, “deitando” o botijão de gás de cozinha dá para aproveitar o finalzinho do gás e continuar cozinhando. Jamais faça isso! Acredite, além de não conseguir fazer com que renda mais, ao deitar o vasilhame o gás de cozinha pode vazar pela mangueira e danificar o regulador de pressão, colocando sua segurança em risco.

Mantenha o botijão de gás de cozinha longe de Ralos e caixas de esgoto

Mantenha SEMPRE o botijão de gás de cozinha afastado, pelo menos, um metro e meio de ralos, grelhas de escoamento de água e caixas de esgoto, pois o gás de cozinha é mais pesado do que o ar, e em caso de vazamento, pode se infiltrar nesses locais e causar explosões, se entrar em contato com alguma faísca ou chama.

Jamais faça “extensões” na mangueira do gás de cozinha

Nunca faça extensões na mangueira do gás de cozinha, juntando duas ou várias delas. Em vez disso, posicione o botijão a uma distância razoável, e que não estique demais a mangueira original, que deve ter, no máximo, 80 centímetros de comprimento. Procure fazer sempre o cálculo do espaço antes da instalação do seu gás de cozinha.

Atenção ao calor na mangueira do gás de cozinha

É preciso muito cuidado e atenção ao posicionar a mangueira do gás de cozinha. Nunca a deixe posicionada atrás do fogão, já que o calor durante um cozimento pode danificá-la e causar vazamentos.

Preste atenção na validade da mangueira do seu gás de cozinha

Muita gente não sabe, mas as mangueiras de gás de cozinha também possuem prazo de validade. Por isso, geralmente, se recomenda a troca a cada cinco anos, no máximo, dependendo do uso individual, garantindo a integridade e a segurança da mesma.

Jamais utilize ferramentas para ajustar o regulador de pressão

É preciso muita atenção na hora de realizar a instalação do regulador de pressão, que deve ser manual, sempre, jamais ter o auxílio de ferramentas, pois elas podem causar desgaste ou avaria na peça, ou ainda, pior, oferecerem o risco de produzirem faíscas, caso haja atrito com o botijão de gás de cozinha.