Munir pecado mortal

Primeiro capítulo de “Pecado Mortal” tem barcos, helicópteros e gravações dentro d’água

O cenário paradisíaco de Itacuruça, distrito da cidade de Mangaratiba (RJ), foi pano de fundo para uma sequência em que o professor Carlão (Fernando Pavão) e a promotora Patrícia (Simone Spoladore) se encontram para um banho em alto mar em uma cena bem quente, como garante a própria atriz.

— Ela chega ao barco para encontrar o marido e depois eles vão viver uma fantasia bastante caliente [risos]. Hoje foi um dia bem especial, porque a gente tinha gravado algumas cenas na promotoria, mas não tinha gravado as cenas mais leves. Essa novela tem ação, drama e humor. Gravamos uma cena de humor, foi gostoso brincar com isso hoje.

O local onde foram gravadas as cenas recebeu o nome fictício de Pier Marina Verão. Mais de 200 profissionais, entre produtores, equipe técnica e artística se revezaram para cumprir seu papel, para que tudo tivesse o resultado esperado.

Depois de mais de doze horas de gravações, que se iniciaram às 5h da manhã, o diretor geral de Pecado Mortal, Alexandre Avancini, disse que ficou contente com o resultado.

— Foi uma sequência muito bacana, tivemos barcos, helicópteros, uma superprodução para poder se fazer a cena em que se apresenta o casal de protagonistas da novela e ficou ótimo. Estamos gravando desde as 5h da manhã. A química do casal está boa, eu fiquei feliz com o resultado.

O personagem de Fernando Pavão será Carlão, um professor de natação para crianças, pai de dois filhos que é casado com a promotora de Justiça Patrícia, interpretada por Simone Spoladore. Uma das primeiras revelações da trama é o envolvimento do nome de Carlão com pedofilia.

Mas, além dessa acusação, Pavão diz que seu personagem tem outro segredo que pode vir a ser revelado até o capítulo 20 da trama, algo que pode abalar seu casamento.

— Hoje as gravações foram bem complexas, a cena que gravamos é a primeira aparição dos dois como casal. O Carlão é um hippie e ele tem uma escolinha infantil de natação. Ele é acusado de pedofilia e sua vida vai desmoronar. Aí outro segredo virá à tona, esse ainda não posso revelar.

Pecado Mortal é uma história que retrata o ano de 1977 no Rio de Janeiro. A trama gira em torno da ascensão do tráfico de drogas na cidade e o declínio do jogo do bicho. Avancini optou por retratar a época com uma fotografia mais contemporânea.

— Na verdade nossa fotografia é absolutamente contemporânea, optamos por não utilizar filtros e deixar com a produção de arte traduzindo isso de uma forma muito envolvente. Queremos entregar para o telespectador uma excelente qualidade de imagem.

As câmeras que são utilizadas na gravação têm a mesma tecnologia das utilizadas para gravar outro sucesso da Record, a minissérie José do Egito.

— É um equipamento que geralmente é utilizado para se fazer filme, cinema e seriados americanos de grande porte, é um grande ganho. Fizemos o seriado José do Egito com esse equipamento e essas lentes. E o resultado foi muito positivo.

Alexandre Avancini e equipe trabalham nas gravações do primeiro capítulo de Pecado Mortal (Foto: Munir Chatack/ Rede Record)

 

Pecado Mortal é a primeira novela de Carlos Lombardi na Record. Para Spoladore trabalhar com o texto de Lombardi “é muito bom”. A atriz ainda diz que sua personagem ama muito seu esposo e vai lutar pela inocência dele.

— É meu primeiro trabalho com o Carlos Lombardi, o texto é muito bom, os personagens estruturados. Ele transita muitos bem nas cenas de amor, comédia romântica e drama.  Minha personagem é completamente apaixonada pelo esposo e tem uma seriedade sobre a profissão. Ela vai lutar para provar a inocência do Carlão. Ela pensa nos filhos em um primeiro momento, fica surpresa, vai desconfiar, mas depois vai lutar pela inocência dele.

Fernando Pavão também está contente com o texto de Lombardi e garante que o amor de seu personagem por Patrícia é verdadeiro.

— É um casal bem de vida, moram em Ipanema, mas não são milionários. Ela, como promotora, ganha mais que ele. Mas isso não é um problema. Eles se amam muito, tem dois filhos lindos, são casados há 11 anos. O Lombardi dá muito subsídio, ele descreve muito e dá o caminho por onde a gente tem que seguir. É a minha primeira novela dele.

Pecado Mortal estreia no dia 25 de setembro, às 22h30, logo após José do Egito.